Facebook Twitter Google+ RSS Blog Gastrovia
BUSCA
Onde?
GUIA
Localidade
 
NOTÍCIAS - ACONTECE
Selo de qualidade para a gastronomia italiana
07/12/2012


Visando a preservar e promover a imagem da verdadeira e tradicional gastronomia italiana e seus produtos, a União das Câmaras de Comércio da Itália (Unioncamere), o Instituto Italiano de Pesquisas Turísticas (Isnart) e a ITALCAM – Câmara de Comércio, Indústria e Agricultura em colaboração com o Sebrae São Paulo entregam neste domingo, 9 de dezembro, às 19h, na Casa das Caldeiras, o selo "Ospitalità Italiana – Ristoranti Italiani nel Mondo".

O certificado de qualidade foi criado em 1997, na Itália, para classificar os restaurantes do próprio país. Em 2010, passou a ser distribuído em todo o mundo e São Paulo foi a primeira cidade fora do território italiano a recebê-lo.

O objetivo do selo é avaliar a hospitalidade e a tradição italianas, por isso os requisitos para participar englobam desde a presença de, ao menos, um funcionário fluente em italiano até a proposta gastronômica, que deve conter pratos e vinhos da tradição do país e serem elaborados com produtos comprovadamente de origem italiana.

Nesta edição, 80 restaurantes solicitaram a certificação. Destes, 61 serão condecorados, sendo 27 renovações e 34 novos estabelecimentos que receberão o selo, entre eles La Pasta Gialla, Fasano, Due Cuochi, Ravioli Cucina e Zena Caffè.

O julgamento foi realizado por um comitê de avaliação, formado por autoridades e representantes das principais instituições e organizações italianas do setor agroalimentar. O Comitê de Coordenação é presidido pela Unioncamere e composto por representantes dos Ministérios Italianos do Turismo, do Desenvolvimento Econômico, das Relações Internacionais, dos Bens e Atividades Culturais, Associações e Entidades do setor agroalimentar. É o comitê que gerencia a iniciativa, define e atualiza as dez regras da boa hospitalidade italiana.

 

O selo de qualidade Ospitalità Italiana – Restaurantes Italianos no Mundo está em sua segunda edição e vale para a certificação do ano de 2012. O projeto é uma realização da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura e do Sebrae-SP, e conta com o apoio da Barilla, Ilycaffè e La Pastina.

A certificação reúne hoje 65 Câmaras de Comércio Italianas no mundo, presentes em 44 países, que já certificaram mais de 720 restaurantes italianos no exterior (www.10q.it) e possuem mais de 1.300 candidatos em busca da certificação em todo mundo.

Confira os 10 requisitos avaliados pelo júri:
1. Identidade e distinção: O ambiente deve conter um ou mais elementos de identidade italiana. Desenvolvimento de ações de promoção da cultura e/ou produtos italianos.
2. Hospitalidade: No restaurante deve haver ao menos uma pessoa que saiba se relacionar com o público em língua italiana.
3. Mise en place: Utensílios adequados para a composição da mesa.
4. Cozinha: A cozinha deve estar adequada à proposta gastronômica com equipamentos e funcionários.
5. Menu na língua pátria: O menu deve ser escrito também em italiano e subdivido por categorias de pratos: Antipasti, Primi, Secondi, Contorni, Dessert.
6. Proposta gastronômica: O menu deve conter pelo menos 50% dos pratos e receitas da tradição italiana. Os ingredientes principais como massa e extravirgem devem ser italianos. Outros produtos como conservas vegetais, presunto, queijos etc. utilizados no restaurante serão fotografados e as imagens enviadas para a Itália, onde um comitê de críticos e enólogos avalia se está tudo de acordo com a proposta gastronômica.
7. Carta de Vinhos: Ao menos 30% da carta de vinhos devem ter origem comprovadamente italiana. Pelos 5 vinhos devem ser DOC/IGT. Na carta devem constar vinhos tintos, brancos e espumantes. Licores e destilados são solicitados, mas não é requisito essencial.
8. Azeite extravirgem: Deve ser comprovadamente italiano DOP. O azeite extravirgem italiano deve ser utilizado na cozinha e disponível aos clientes.
9. Experiência e competência do Chef: Deve ter certificado de gastronomia ou pelo menos seis meses de experiência em restaurantes típicos na Itália ou três anos de experiência em cozinha italiana no exterior.
10. Produtos DOP e IGP : A proposta gastronômica deve utilizar produtos DOC e IGT italianos utilizados na preparação dos pratos ou servidos.

Serviço:
Ospitalità Italiana – Ristoranti Italiani nel Mondo
Evento de certificação: 9 de dezembro, 19h
Casa das Caldeiras – Av.Francisco Matarazo, 2000 – Barra Funda.
 

Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia!
Faça seu comentário:
Nome:
E-mail:
Código de segurança
Digite aqui o código de segurança mostrado na imagem abaixo.
CAPTCHA Image
Notícias relacionadas
 
 
 
Sobre o Gastrovia
Anuncie
  Sugestões
Parcerias
  Cadastre seu estabelecimento
Trabalhe conosco
  Não encontrou?
Contato
Home
Notícias
  Ebooks
Cozinha de A à Z
  Vídeos
Dicas
  Receitas
Cadastre-se
 
© 2017 Gastrovia Turismo e Gastronomia